Petistas ameaçam chargista de esquerda

É preciso não se perder de vista o foco principal do texto do Luciano Ayan, mas um aspecto que me chamou a atenção foi que, pela primeira vez, tive acesso às táticas dos MAVs para calar os críticos e a oposição. estamos todos indefesos diante dessas táticas? As administrações das redes sociais, quando aplicam suas penalidades, não sabem que as denúncias são falsas e baseadas em perseguição política?

petistaE então a extrema-esquerda resolveu morder a extrema-esquerda.

O cartunista Vini Oliveira fez uma charge (como vemos acima) criticando o tradicional duplo padrão petista. Como resultado, foi ameaçado por petista. Veja sua declaração no Facebook:

Ontem publiquei como de costume um desenho criticando o PT. Surgiu uma garota muito educada dizendo que eu usava drogas pois não tinha a mesma opinião que ela. Um cara igualmente educado a respondeu com um link aleatório do perfil dela e pelo que parece ironizando a aparência da mesma. Pois bem, logo após isso, os militantes que já estavam rosnando na postagem por causa do meu trabalho honesto começaram a divulgar meus perfis pessoais e da página em diversos grupos para denunciarem em massa. Conseguiram derrubar meu desenho, bloquearam meu perfil pessoal (por um dia, que acabou agora) e até o reserva (por 30 dias).

Como se não bastasse o nível de…

View original post mais 321 palavras

Feliz 2016

Autor: Leonardo Bruno
Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=QnTerGAVPgo
Acesso em: 02 Jan 2016

Se gostou do vídeo do Conde, aproveite para ler também:

Belíssimo vídeo de Leonardo Bruno dá uma dica de postura para 2016

Autor: Luciano Ayan
Disponível em: http://lucianoayan.com/2016/01/01/belissimo-video-de-leonardo-bruno-da-uma-dica-de-postura-para-2016
Acesso em: 02 Jan 2016

A luta continua!
Feliz 2016.

Dia da Consciência Brasileira ou Nós, Os Racistas

Este blog tem andado parado porque estou renovando ao mesmo tempo em que estou levando uma verdadeira surra do WordPress. Mas sou teimoso e como diz o ditado, “vivo todo arranhado, mas não largo a minha gata”. Nessa luta sei que sairei vencedor. O WordPress não poderá me vencer.

Há muito desejo fazer um post sobre o Racismo no Brasil e depois que acabar esse lance do site novo vou voltar ao assunto.

Por enquanto, estou apenas preservando os vídeos, para não perdê-los.

A intolerância do Movimento Negro

Um negro fala sobre o lamentável atitude do Movimento Negro

O discurso de ódio do Movimento Negro na USP

A Racista da USP e sua hipocrisia

O Dia da Consciência Brasileira

Texto de Flávio Morgenstern sobre O Real Problemada USP

Quem lutou de boa fé contra a ditadura em 1964 tem obrigação moral de lutar contra a ditadura petista

E a “lei antiterrorismo” que o PT tanto quer, qual a sua opinião? É boa ou ruim para o Brasil? Lembrar que tudo que é bom para o PT (“democratização” dos meios de comunicação, a lei dos sovietes, o Humaniza Redes, o controle da Internet, a reforma política… ad infinitum) é deletério para a República!

janainabicudo

Citado por Augusto Nunes, um artigo de Helio Bicudo e Janaina Paschoal sobre a lei anti-terrorismo que o PT quer votar traz algumas coisas interessantes. Título: “Lei desnecessária, momento inoportuno: ‘quantos Leopoldos Lopez teremos por aqui?’‘. Das duas citações que trarei aqui a mais importante é a segunda. A primeira fica somente a cargo de menção ao tema do texto:

Para justificar a necessidade de aprovar o projeto, o Governo Federal se apega às exigências da comunidade internacional. Alguns esquerdistas se mostram temerosos com a possibilidade de a nova tipificação alcançar seus movimentos sociais, como o MST.

Os que se reconhecem como direitistas, por outro lado, como de costume, apoiam todo tipo de criminalização. Nesse cenário, apesar de o projeto ser oriundo do Governo Federal, tem como relator o Senador oposicionista Aloysio Nunes, do PSDB.

A questão é séria, de fato, embora é claro que Janaina distorça as coisas…

View original post mais 432 palavras

A hora de rejeitar a complacência republicana diante de um STF golpista

Em minha opinião mais do que passou da hora de lidar com o PT e seu puxadinho, o STF, como Chamberlain lidava com Hitler. Está na hora da oposição decidir se vai contnuar lutando capoeira contra a quadrilha que nos governa de salto alto ou se vai “descer do salto” e brigar com eles em pé de igualdade.

lopez

Reinaldo Azevedo escreveu:

É preciso que se entenda o exato alcance e a natureza das liminares concedidas nesta terça por Teori Zavascki e Rosa Weber. À diferença do que se andou dizendo por aí — e a incompreensão sobre decisões judiciais é uma das maiores falhas da imprensa —, os ministros não cassaram de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, o poder de acatar denúncias contra a presidente Dilma. A liminar disse respeito pura e simplesmente ao que aconteceria caso ele recusasse. Ou por outra: Zavascki e Rosa Weber apenas cassaram da oposição o direito de recorrer. E, ora vejam, em certa medida, deram ainda mais poder ao presidente da Câmara.

Tudo muito bem, tudo muito bonito. Mas há um problema gravíssimo nesta análise. Ela é complacente demais, sem nenhuma justificativa para tal.

Na mesma toada, um amigo comentou: “E é justamente por ter dito qual seria o rito…

View original post mais 356 palavras

SERÁ QUE EXISTE UMA EXPERIÊNCIA VIRTUOSA DE ESQUERDA?

Utlizando duas matérias escritas sobre pontos de vista diferentes, o post é bastante esclarecedor e contém informações básicas sobre a evolução da Social Democracia na Suécia e até onde é válido atribuir a esse país o troféu do Socialismo que “deu certo”.

questões relevantes

9738139010_4703c87d3e_b

Dois assuntos recorrentes deste blog são a definição do que significa “ser de esquerda” e a existência ou não de uma experiência virtuosa concreta de socialismo.

Defendo a tese de que qualquer pessoa que tenha a democracia liberal (também chamada representativa) como valor fundamental não é de esquerda. Em uma troca de comentários com o gestor do blog Lavra Palavra, que se define claramente à esquerda, encontrei uma síntese muito interessante e que corrobora minha tese central: “no capitalismo, o Estado que lhe cabe precisa reproduzir a forma da concorrência de mercado, o que o faz desde internamente entre seus poderes que se bloqueiam e travam mutuamente, quanto à sua dinâmica eleitoral “competitiva” e sua alternância de poderes como princípio.”

Evidentemente vejo esta definição como virtude e não como vício, mas confesso tratar-se de uma posição minoritária. A guerra de propaganda tem muito mais militantes do lado de quem transformou…

View original post mais 5.314 palavras