16 de agosto – Falta 1 dia – Parte II

16-agosto-1-dias-000

No post anterior, comentei a matéria publicada pelo Deputado Federal Carlos Sampaio (PSDB-SP), a respeito da manifestação contra a Presidente da República, Dilma Roussef e seu partido, programada para amanhã em todo o Brasil. Ali, comentei que a comparação entre os protestos de 2015, direcionados ao PT e à Presidente, nada tinham em comum com os movimentos de junho de 2013, em que se reivindicava tudo e nada ao mesmo tempo, sem qualquer foco específico, e que acabou promovendo o caos nas grandes cidades, tendo conseguido envolver no movimento “espontâneo” e “pacífico” pessoas que, se ao menos soubessem que estavam sendo manipuladas por uma tática trotskysta, jamais teriam concordado em ir para as ruas apoiar o que, na verdade, era uma estratégia revolucionária de uma ideologia-doutrina-religião-cultura (onde quer que possamos enquadrar o marxismo) que deseja escravizar uma boa parte dos brasileiros e aniquilar todos os que a ela se opõem. Esta conclusão só foi possível, graças à leitura que estou fazendo do livro de Morgenstern “Por Trás da Máscara”. Continuar a ler

Margareth Tatcher: Os socialistas querem os pobres mais pobres.

Fonte: Fora PT (Youtube)
Título: MARGARET THATCHER: OS SOCIALISTAS QUEREM OS POBRES MAIS POBRES
Disponível em: http://youtu.be/cTyJWPnZ7Kg
Acesso em 22/112/13

Margarth Tatcher foi Primeiro Ministro da Inglaterra num período em que a economia do Reino Unido estava à beira do colapso. Conseguiu reerguer o país depois de muitos conflitos com o Partido Trabalhista (verdadeiro responsável pelo naufrágio do país). Mesmo tendo recolocado a economia da Inglaterra nos trilhos, impedindo a bancarrota do país, seus inimigos trabalhistas sempre que podem procuram desqualificá-la. Talvez porque ela provou sem qualquer sombra de dúvida que o socialismo apenas destrói a economia e que riqueza se cria e se multiplica e que a soma zero do socialismo (os excesso que os ricos possuem é o que tiram dos pobres) é uma grande mentira que só visa tornar a todos ricos e pobres, exceto os governantes, cada vez mais pobres. É o que ela comprova nos debates do vídeo acima.

Esta sim, é uma Mulher que honra as demais e que tem inteligência, força moral e sabedoria e que tais qualidades não são privilégios de gênero!

Não é se autodeclarando “vadia”, fazendo sexo oral em público e mostrando os peitos dentro de catedrais (ou fora delas) que as mulheres vão provar que são melhores do que os que as criticam.

Pelo banho que, no vídeo, ela deu nos petistas da Inglaterra, compreende-se porque a Internacional Socialista O-DEI-A a Margareth Tatcher e prefere a Marilena Chauí. 😛

O interessante é que o filme sobre a vida dela, não mostrou nenhum de seus desempenhos em debates públicos. É interessante ver o comportamento dela e a força que demonstra contra seus adversários nesses dois minutos do Youtube!