Resistir é preciso!

resisitr-e-preciso

Atualização de 02/11/14 – 17:21

Matérias adicionais sobre a manifestação de 01/11/14 no Brasil inteiro:

MILHARES PROTESTAM NO BRASIL CONTRA FRAUDE ELEITORAL E A AMEAÇA DE GOLPE COMUNISTA DO PT. GRANDE MÍDIA TENTA ABAFAR ESTE FATO!
Fonte: Blog do Aluízio Amorim
Disponível em: http://www.aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/11/milhares-protestam-no-brasil-contra.html
Acesso em: 02/11/14

Algumas fotos do Blog do Aluízio

Foto-aluizio-amorim-01

Manifestação em Curitiba.

Manifestação em Curitiba.

Manifestação na Avenida Paulista

Manifestação na Avenida Paulista

Lobão na Avenida Paulista

Lobão na Avenida Paulista

MAaulista

MAaulista

EM PORTO ALEGRE PROTESTO CONTRA O PT E O COMUNISMO MOVIMENTA MILHARES DE PESSOAS
Fonte: Blog do Aluízio Amorim
Disponível em: http://www.aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/11/em-porto-alegre-protesto-contra-o-pt-e.html
Acesso em: 02/11/14

Vídeo incluído na matéria do Aluízio

Resistir é Preciso!

Uma nota para os organizadores cariocas do evento pelo “impeachment” da Presidente Dilma Roussef, realizado às 14:00h de 01 de novembro de 2014, nas escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

ALERJ-20141101-foto03-12-X-10-cm
Prezados,

Estive neste sábado, 01/11/14, em frente a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro para dar meu apoio à manifestação a favor do “impeachment” da Presidente da República por suas várias ações de agressão à nossa soberania e à nossa Pátria.

Recebi de um amigo a convocação, pois não vi sua divulgação nas redes sociais, que ando frequentando muito pouco, e que, para mim, estariam sendo feitas em outros Estados mas, aparentemente, pela falta de divulgação na mídia, não no Rio de Janeiro.

Esta foi a primeira vez, em toda a minha longa vida, em que saí do conforto de minha casa no Leblon para, em pleno verão Carioca de 40ºC à sombra, participar de um movimento reivindicatório.

No caminho, via o movimento em direção às nossas belas praias. Os trens do metrô chegavam literalmente abarrotados de turistas e de alegres e descontraídos cidadãos que iam curtir as tão famosas praias da Zona Sul do Rio.

Toda essa agitação, mais digna de um feriadão de verão do que de um sábado “normal”, aumentava em mim a sensação de ser um perfeito idiota por ter me mobilizado para um evento o qual nem mesmo tinha a certeza de que iria acontecer e se acontecesse, aparentemente ninguém aqui estava dando qualquer importância, mesmo após todas a s noticias alarmantes que começaram a nos ser transmitidas pela mídia quando, finalmente, já reeleita e, portanto, se sentindo segura no seu cargo, a Presidente começou a divulgar seu Programa de Governo.

Chegando ao Centro da cidade, por volta das 13:40, região onde fica o local da manifestação, minhas apreensões sobre a validade de eu estar ali continuaram a aumentar, à medida em que ao me deslocar para a Assembleia Legislativa, observava as poucas lojas e restaurantes que ainda funcionavam fechando as portas, indicando que o movimento de fim de semana, quando o Centro do Rio assume ares de cidade fantasma, estava prestes a começar. Vi alguma agitação, mas toda ela de pessoas apressadas que corriam de volta para seus lares para um merecido descanso de mais uma longa e desgastante semana de trabalho.

ALERJ-20141101-destaque-foto02-12-X-8-cmDez minutos depois, já no local do evento, constatei que parte de minhas apreensões foram injustificadas. De fato, embora estivéssemos praticamente no horário programado para a manifestação, alguns poucos e heroicos voluntários montavam as faixas com as denúncias e reivindicações. Mas o público ali era pífio, uma meia dúzia de gatos pingados que, como eu, olhavam timidamente toda aquela agitação a partir do outro lado da rua.

Desanimado e com fome deixei o local e fui procurar um restaurante para almoçar.

Somente à noite, conversando com o mesmo amigo que me encaminhara a convocação, soube que no Rio, muita pessoas mais – embora ainda poucas – compareceram, para apoiar a manifestação, a exemplo do que acontecera em outras grandes cidades, lideradas por São Paulo, onde o evento fora um sucesso, com a adesão de dezenas de milhares pessoas em todo o país, mostrando sua indignação contra um governo que despreza os mais de 85 milhões (c. 65% do eleitorado) que não votou pela sua continuidade.

Chegando a este ponto, gostaria de, em primeiro lugar, me desculpar junto aos corajosos planejadores do Rio de Janeiro, por não ter tido a iniciativa de chegar até eles e me identificar, mostrando-lhes, mesmo que apenas por esta atitude simples, que o trabalho deles, apesar da aparência de pouco caso dos alegres cidadão cariocas , é fundamental para sustentar nossa esperança na concretização de nosso desejo por mudança.

Em segundo lugar, agradeço-lhes por não desistirem, mesmo ameaçados que sejam pela violência psicopata dos partidos da esquerda radical (PT e suas linhas auxiliares – PSOL, PSTU, PCdoB etc. – e de seus braços terroristas: black bloc, MST, mídia ninja, passe livre e quejandos).

Seu empenho em resistir aos avanços dos que planejam, sob a égide do Foro de São Paulo, implantar em nossa pátria uma ditadura despótica e sanguinária, conforme já ocorre na Venezuela, na Argentina e na Bolívia, fica como um incentivo e um testemunho de que o mal não prevalecerá sem que as pessoas de bem se manifestem.

Num próximo evento – e eu espero que ainda ocorram muitos – não desanimarei e estarei com vocês. Afinal, “resistir é preciso”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s